ESTUDOS AFRICANOS NA CHINA NO SÉCULO XXI: UM LEVANTAMENTO HISTORIOGRÁFICO

ESTUDOS AFRICANOS NA CHINA NO SÉCULO XXI: UM LEVANTAMENTO HISTORIOGRÁFICO

Journal

  • Journal title: Brazilian Journal of African Studies
  • ISSN: 2448-3915 (print) 2448-3923 (online)
  • Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Country of publisher: brazil
  • Date added to EuroPub: 2019/Apr/10

Subject and more

  • LCC Subject Category: Social Sciences
  • Publisher's keywords: China-África; Estudos Africanos; africanistas chineses.
  • Language of fulltext: portuguese, english
  • Full-text formats available: PDF

AUTHORS

    Li Anshan

EDITORIAL INFORMATION

FULL TEXT

To download PDF files Login to your Account.

ABSTRACT

Com o rápido desenvolvimento das relações China-África, africanistas fora da China têm mostrado grande interesse no engajamento acadêmico China-África. Um dos aspectos importantes é o que tem sido feito na China em relação aos estudos africanos. Apesar do comércio da China com a África tenha aumentado de 10,5 bilhões de dólares em 2000 para 220 bilhões em 2014, os estudos africanos na China não tiveram tanta sorte quanto o comércio. Entretanto, o desenvolvimento dramático dessa relação tem dado novas oportunidades e desafios aos africanistas chineses. Este artigo vai elucidar o que os africanistas chineses têm estudado no período de 2000-2015. Por quais temas eles têm se interessado? Quais são as conquistas e fraquezas? O artigo foi dividido em quatro partes: foco e novos interesses, conquistas, novos acadêmicos, referências e considerações.

About Europub

EuroPub is a comprehensive, multipurpose database covering scholarly literature, with indexed records from active, authoritative journals, and indexes articles from journals all over the world. The result is an exhaustive database that assists research in every field. Easy access to a vast database at one place, reduces searching and data reviewing time considerably and helps authors in preparing new articles to a great extent. EuroPub aims at increasing the visibility of open access scholarly journals, thereby promoting their increased usage and impact.