Brazilian Journal of African Studies

Brazilian Journal of African Studies

Basic info

  • Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Country of publisher: brazil
  • Date added to EuroPub: 2019/Apr/10

Subject and more

  • LCC Subject Category: Social Sciences
  • Publisher's keywords: African Studies, International Relations, Organizations and Integration, Security and Defense, Political Systems, History, Geography, Economic Development, Social Structures
  • Language of fulltext: portuguese, english
  • Full-text formats available: PDF

Publication charges

  • Article Processing Charges (APCs): No
  • Submission charges: No
  • Waiver policy for charges? No

Editorial information

Open access & licensing

  • Type of License: CC BY
  • License terms
  • Open Access Statement: Yes
  • Year open access content began: 2016
  • Does the author retain unrestricted copyright? True
  • Does the author retain publishing rights? True

Best practice polices

  • Permanent article identifier: DOI
  • Content digitally archived in: LOCKSS
  • Deposit policy registered in: None

This journal has '70' articles

DE MANDELA À ZUMA: A IMPORTÂNCIA DO ATLÂNTICO SUL NA POLÍTICA EXTERNA SUL-AFRICANA

DE MANDELA À ZUMA: A IMPORTÂNCIA DO ATLÂNTICO SUL NA POLÍTICA EXTERNA SUL-AFRICANA

Authors: Anselmo Otavio
( 0 downloads)
Abstract

O artigo busca compreender a importância do Atlântico Sul na política externa sul-africana pós-apartheid. Baseando-se em ampla bibliografia relacionada ao tema, busca-se defender a hipótese de que o aumento do interesse pelo Atlântico Sul em verdade é resultado da valorização por parte da África do Sul das relações Sul-Sul.

Keywords: África do Sul Pós-Apartheid; Atlântico Sul; Política Externa
“A ÚNICA REALIDADE NA ÁFRICA NEGRA DE ENTÃO”: BOUBOU HAMA E A INTEGRAÇÃO ENTRE TÉCNICA E ESPIRITUALIDADE

“A ÚNICA REALIDADE NA ÁFRICA NEGRA DE ENTÃO”: BOUBOU HAMA E A INTEGRAÇÃO ENTRE TÉCNICA E ESPIRITUALIDADE

Authors: Ana Luiza de Oliveira e Silva
( 0 downloads)
Abstract

No Níger novecentista, o intelectual Boubou Hama trabalhava pela preservação e divulgação de um arcabouço cultural. A partir de um entendimento específico sobre “conhecimento tradicional”, buscou oferecer respostas em seu próprio tempo. Sob os impactos da colonização, Hama almejava que a África conhecesse seus próprios valores e concepções de mundo.

Keywords: Níger; Boubou Hama; Conhecimento tradicional
RESENHA “REIMAGINING PAN-AFRICANISM: DISTINGUISHED MWALIMU NYERERE LECTURE SERIES 2009-2013” DE WOLE SOYINKA E SAMIR AMIN

RESENHA “REIMAGINING PAN-AFRICANISM: DISTINGUISHED MWALIMU NYERERE LECTURE SERIES 2009-2013” DE WOLE SOYINKA E SAMIR AMIN

Authors: Ermelinda Liberato
( 0 downloads)
Abstract

Any researches or studies related to the african continent are incomplete if they don’t approach the pan-Africanism subject, political, philosophical, and social movement, which advocates for the union and the liberation of all Africans that find themselves both in the continent and in the diaspora, against the foreign domination policy, either in the physical point of view (slavery, forced labour, and exploitation), or in the emotional or intellectual, having constituted, for that reason, the ideological basis for different African nationalist movements. Names as Kwame Nkrumah (Ghana), Julius Nyerere (Tanzania), Jomo Kenyata (Kenya), Haile Sellassie (Ethiopia), Nnamdi Azikiwe (Nigeria), Kenneth Kaunda (Zambia), Amílcar Cabral (Guinea-Bissau), Marcelino dos Santos (Mozambique) among others, represent some of the most distinguished pan-Africanists of the continent. Among them, it is important to note Julius Nyerere, the first president of the United Republic of Tanzania, between 1962 (date of its independence from the United Kingdom) and 1985 (date of his retirement), and recognized by his support to various African nationalist movements. “Mozambique, Zimbabwe, Namibia, South Africa, Uganda, Democratic Republic of Congo, Burundi, Rwanda, Somalia, Sudan” (172), are some examples of countries whose nationalist movements operated from Tanzania.

Keywords: Africa; Pan-Africanismo; nacionalismo
RESENHA “GEOMETRIAS DA MEMÓRIA: CONFIGURAÇÕES PÓS-COLONIAIS” DE ANTÓNIO SOUSA RIBEIRO E MARGARIDA CALAFATE RIBEIRO

RESENHA “GEOMETRIAS DA MEMÓRIA: CONFIGURAÇÕES PÓS-COLONIAIS” DE ANTÓNIO SOUSA RIBEIRO E MARGARIDA CALAFATE RIBEIRO

Authors: Fernanda Salomão Vilar
( 0 downloads)
Abstract

The book “Geometrias da Memória: configurações pós-coloniais” is the first volume of the series “Memoirs – Filhos de Império”, from the research group also called “MEMOIRS – Filhos de Império e Pós-memorias Europeias” (http: //memoirs.ces.uc.pt) funded by the European Research Council (ERC). Organized by António Sousa Ribeiro and Margarida Calafate Ribeiro, the book examines the place of memory and post-colonial memory in the narrative of European history. The preface to the book evokes the creation of the European Community and arrives at the current debates to question the discourses on unity and peace in Europe. In these discourses, however, the Other is always omitted, the one that comes from the extraterritorial history of Europe and that was decisive for its construction. The organizers of the book call for an exercise of memory, where articulation with a postcolonial reflection would allow justice and eventually reconstruct the narrative of the relationship of Europe with its various Others. The project encompasses Portugal, France and Belgium in their articulation with the colonial memory, and the process of decolonization of the next generation (the post-memory holders).

Keywords: Colonização; Memória; Africa
AS DINÂMICAS DA ÁFRICA NAS RELAÇÕES MUNDIAIS: DO AFRO-PESSIMISMO PARA O AFRO-OTIMISMO?

AS DINÂMICAS DA ÁFRICA NAS RELAÇÕES MUNDIAIS: DO AFRO-PESSIMISMO PARA O AFRO-OTIMISMO?

Authors: Sharkdam Wapmuk, Oluwatooni Akinkwotu
( 0 downloads)
Abstract

Os assuntos africanos contribuem para moldar o mundo, e a África, por sua vez, está sendo moldada pelas dinâmicas dos processos e das estruturas internacionais. A posição e o papel da África na política mundial tem sido objeto de várias interpretações, entre Afro-pessimistas e Afro-otimistas. O objetivo deste artigo é examinar, a partir de uma perspectiva histórica, a África nas relações mundiais, da escravidão ao colonialismo; soberania, Estados africanos e a política mundial; a África e a economia política global; a África e as organizações internacionais, particularmente a ONU; as relações africanas com as potências econômicas tradicionais e emergentes, e o futuro da África na política mundial. Os estudos sobre os assuntos africanos devem levar em consideração a realidade histórica da emergência da África no sistema mundial, sua existência e os elementos de continuidade e de transformação nas relações entre os Estados africanos e o resto do mundo. As relações internacionais da África se expandiram para um engajamento para além das grandes potências, como os Estados Unidos, a Grã-Bretanha e a França, para incluir potências emergentes, como a China e a Índia. Dessa maneira, a narrativa sobre a África está gradualmente mudando de um continente sem esperanças para uma ideia de ascensão africana. Dados estes desenvolvimentos, a África deve agir como uma unidade ao abordar seus diversos desafios, devendo buscar engajar a comunidade internacional como ator igualmente importante na política internacional. O artigo recomenda que a relação entre a África e a comunidade internacional deve igualmente passar por uma mudança. Esta relação deve ser enraizada nos princípios de igualdade das nações e dos povos, na colaboração mútua por interesses mútuos e no respeito pela habilidade e pelo direito dos africanos para liderar sua própria mudança.

Keywords: África; União Africana; relações mundiais
A CPLP COMO MECANISMO DE ATUAÇÃO DO BRASIL NO ATLÂNTICO SUL: A AMPLIAÇÃO DA COOPERAÇÃO, OS DESAFIOS E A POSSIBILIDADE DE LIDERANÇA

A CPLP COMO MECANISMO DE ATUAÇÃO DO BRASIL NO ATLÂNTICO SUL: A AMPLIAÇÃO DA COOPERAÇÃO, OS DESAFIOS E A POSSIBILIDADE DE LIDERANÇA

Authors: Kamilla Raquel Rizzi, Isabella Cruzichi
( 0 downloads)
Abstract

Em seus 21 anos de existência, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem evoluído progressivamente de foro multilateral de concertação sócio-político-diplomática para um mecanismo geoestratégico focado no Atlântico Sul, ampliando sua atuação para outras áreas, como segurança e defesa regionais. Nesse sentido, o paper analisa esse amadurecimento do status da CPLP, abarcando mais funções e possibilidades de interação entre seus membros e outros Estados e organizações, problematizando como o Brasil tem se consagrado como liderança na instituição desde sua criação. São elencados os desafios atuais da Comunidade, como a disputa pela liderança entre Brasil e Portugal, a ampliação da cooperação e a entrada de novos Estados membros. Como questão geradora de pesquisa, compreende-se que essa liderança, embora concorrida com Portugal, tem consolidado o Atlântico Sul como área de atuação prioritária brasileira no século XXI. Metodologicamente, a pesquisa classifica-se, pelo objetivo, como descritivo-explicativa, por meio do método hipotético-dedutivo, a partir de uma abordagem qualitativa, analisando-se fontes primárias e secundárias.

Keywords: CPLP; política externa brasileira; Atlântico Sul
OPORTUNIDADES E DESAFIOS PARA MOÇAMBIQUE NA EXPANSÃO INDIANA EM ÁFRICA

OPORTUNIDADES E DESAFIOS PARA MOÇAMBIQUE NA EXPANSÃO INDIANA EM ÁFRICA

Authors: Hetalben Haribhai Patel
( 0 downloads)
Abstract

O presente artigo tem como objectivo analisar os interesses indianos na sua expansão para os países Africanos mais concretamente Moçambique. Esta aproximação resultou no acréscimo das relações económicas mais concretamente no aumento do volume comércio e investimento directo estrangeiro incluindo a transferência de tecnologia e know-how para Moçambique que representam oportunidade e desafios para a mesma.

Keywords: Comércio bilateral; IDE; Tecnologia; Desenvolvimento
PARTIDOS E EFETIVIDADE DA COMPETIÇÃO POLíTICA EM PERSPECTIVA COMPARADA: O CASO DE MOÇAMBIQUE E BRASIL

PARTIDOS E EFETIVIDADE DA COMPETIÇÃO POLíTICA EM PERSPECTIVA COMPARADA: O CASO DE MOÇAMBIQUE E BRASIL

Authors: Fidel Terenciano
( 0 downloads)
Abstract

O estudo apresenta como objetivo de investigação compreender a estrutura do sistema partidário e a efetividade da competição política no Brasil e em Moçambique, evidenciando os contornos e o funcionamento dos partidos políticos nos dois países. Teoricamente, existem estudos (Duverger 1961; Inglehart 1971; Sartori 1982; Webb 2000; Dalton e Wattenberg 2000) que ilustram algumas das abordagens desenvolvidas neste estudo. Metodologicamente, trata-se de um trabalho exploratório e descritivo. Foi considerada uma base de dados sobre os processos políticos em perspectiva comparativa, combinados com medidas qualitativas e quantitativas de produtividade. Os resultados indicam que Moçambique apresenta um sistema partidário de dois partidos e que o Brasil apresenta um sistema multipartidário e altamente fragmentado. Em termos de estrutura do sistema partidário, Moçambique detém um sistema partidário quase fechado e, no caso do Brasil, a estrutura do sistema partidário é aberta.

Keywords: Partidos; Competição Política; Brasil; Moçambique
POLÍTICAS PÚBLICAS E LINGUÍSTICAS: ESTRATÉGIAS E DESAFIOS NO COMBATE ÀS DESIGUALDADES SOCIAIS EM MOÇAMBIQUE

POLÍTICAS PÚBLICAS E LINGUÍSTICAS: ESTRATÉGIAS E DESAFIOS NO COMBATE ÀS DESIGUALDADES SOCIAIS EM MOÇAMBIQUE

Authors: Alexandre António Timbane, José Gil Vicente
( 0 downloads)
Abstract

O mundo democrático em que a maioria dos países africanos se inseriu têm criado problemas ao invés de solucionar, que afetam diretamente é população. Moçambique possui um Estado novo porque alcançou a independência em 1975 e passou por 5 processos eleitorais. A maioria desas eleições não são reconhecidos pela oposição. A pesquisa visa discutir a influência das políticas públicas e linguísticas na vida dos moçambicanos e mostrar caminhos possíveis para uma política que atenda os interesses da população. Usando um método bibliográfico e buscando pesquisadores que discutem as políticas públicas e políticas linguísticas se chegou à conclusão de que há necessidade de envolver a sociedade (no sentido verdadeiro da palavra) na tomada de decisões e na resolução dos problemas sociais. Concluiu-se que o português é a língua oficial, mas ao mesmo tempo segrega uma maioria que não é alfabetizada. Precisamos discutir formas de ultrapassar as diferenças linguísticas e sociais criando assim, um ambiente são e com harmonia.

Keywords: Políticas públicas; Políticas linguísticas; Moçambique; Democracia
USO DO DINHEIRO EM RITUAIS NA HISTÓRIA DO POVO LAIMBWE, CAMARÕES

USO DO DINHEIRO EM RITUAIS NA HISTÓRIA DO POVO LAIMBWE, CAMARÕES

Authors: Henry Kam Kah
( 0 downloads)
Abstract

A chegada dos europeus a Camarões no século XV e a introdução da moeda ocidental como um padrão de intercâmbio e uma medida de valor, passa a substituir outras moedas indigenas. Isso teve um impacto na iniciação das sociedades camaronesas, incluíndo os Laimbwe da região noroeste. Organizações de homens e mulheres eventualmente começaram a utilizar essas moedas durante os rituais de iniciação. Entre essas comunidades estão incluidos nwerong, ngiri, ngumba, takembeng, ndofoumgbui, kwifoyn (também kwifo’o, kwifeu, kuiifuai) kefa’a, tschong, libah e ikuum nas regiões pastoris e Liengu, male, ahon, muankum, nganya, monekim, ekpe e obasinjom na região de florestas de Camarões. Antes da introdução do dinheiro existiam algumas moedas locais, como búzios, que eram usados juntamente com provisões materiais, como cabras, porcos, galinhas e carne selvagem. Porém, o dinheiro tornou-se eventualmente uma medida de valor, status e uma provisão de riqueza entre os Laimbwe. Esse artigo examina como e por que a introdução do dinheiro na iniciação e em outros rituais levou ao surgimento de uma nova classe social e ao reforço de uma ordem político-social dos povos Laimbwe. O estudo consiste em discussão com membros das sociedades, observações e análise de materiais escritos.

Keywords: Monetização; Camarões; Rituais
DA HIBERNAÇÃO CONVENIENTE AO DESESPERO CIRCUNSTANCIAL: DISCURSO DE ÓDIO, COMUNICAÇÃO POLÍTICO PARTIDÁRIA E AS ELEIÇÕES GERAIS DE 2015 DA NIGÉRIA

DA HIBERNAÇÃO CONVENIENTE AO DESESPERO CIRCUNSTANCIAL: DISCURSO DE ÓDIO, COMUNICAÇÃO POLÍTICO PARTIDÁRIA E AS ELEIÇÕES GERAIS DE 2015 DA NIGÉRIA

Authors: Mike Omilusi
( 0 downloads)
Abstract

Até alguns meses para as eleições gerais de 2015, muitos partidos políticos que hibernaram convenientemente por uma boa parte da sua existência, talvez devido à falta de estrutura organizacional adequada ou base de apoio, programas descoordenados ou por terem sido registrados por ganhos pecuniários, de repente começaram a aparecer no espaço político. O principal partido da oposição e o partido no poder estavam ou aperfeiçoando processos de fusão ou envolvidos em discussões internas, de modo que a comunicação com o eleitorado em questões fundamentais tornou-se inconsequente. Na verdade, os dois partidos dominantes, o Partido Popular Democrata e o Congresso Progressista Geral apenas lançaram seus candidatos presidenciais menos de cinco meses para as eleições; e a campanha eleitoral assumiu a contestação desesperada em um clima de preconceito e intolerância. Os discursos de ódio e a violência foram as características de suas campanhas eleitorais. As eleições gerais de 2015, portanto, oferecem um contexto único para interrogar o lugar da comunicação política do partido em uma democracia emergente e, especificamente, como as campanhas de ódio entre os gladiadores políticos/partidos conflitantes poderiam gerar violência e, se não domesticadas, descarrilar a consolidação democrática. Este artigo afirma que o discurso de ódio não é apenas inspirado por algumas circunstâncias sociais, mas também parte de um processo democrático geral. Isso atesta o fato de que os políticos nigerianos se tornaram mais desesperados e ousados em tomar e manter o poder político; e mais intolerantes à oposição, críticas e esforços para substituí-los. Baseando-se amplamente em fontes secundárias com a ajuda de ferramentas descritivas e narrativas, este ensaio conclui que a cultura política de um país determina o comportamento e a atitude da população em relação ao sistema político, e que a transição democrática de uma administração para outra, particularmente em democracias emergentes, muitas vezes foi acompanhada de violência promovida pelos desejos do partido político no poder para consolidar seus apelos ao poder e pelo interesse dos interessados em capturar o mesmo.

Keywords: Comunicação Política; Discurso de Ódio; Partido Político; Eleições; Campanha
INTEGRAÇÃO DA CORRUPÇÃO, POBREZA E DESENVOLVIMENTO NA NIGÉRIA

INTEGRAÇÃO DA CORRUPÇÃO, POBREZA E DESENVOLVIMENTO NA NIGÉRIA

Authors: Jolaade Omede, Arinze Ngwube
( 0 downloads)
Abstract

Este trabalho apresenta um esboço da experiência nigeriana em matéria de corrupção no contexto de pobreza e desenvolvimento. Ele discute os efeitos da corrupção que estão enraizados nas situações política e econômicas da política. O desafio da corrupção está na base de nosso subdesenvolvimento. Tornou-se tão perpetrante que projetos públicos essenciais para os quais grandes somas de dinheiro foram despendidas aos empreiteiros foram abandonados. E quando esses projetos são completados, seus custos são sempre mais altos em comparação com o custo de projetos similares em outros países. Na Nigéria, a corrupção sufoca o crescimento econômico, reduz a eficiência econômica e o desenvolvimento, embora haja uma grande soma de recursos no país. O trabalho depende essencialmente de dados secundários como livros, revistas, publicações governamentais, entre outros documentos relevantes. Os dados foram analisados qualitativamente usando o método descritivo analítico a fim de atingir o objetivo primário do artigo.

Keywords: Corrupção; Pobreza; Desenvolvimento; Nigéria
NOVA MÍDIA E DEMOCRACIA NA NIGÉRIA: UMA AVALIAÇÃO DAS OPORTUNIDADES E AMEAÇAS NO TERRENO

NOVA MÍDIA E DEMOCRACIA NA NIGÉRIA: UMA AVALIAÇÃO DAS OPORTUNIDADES E AMEAÇAS NO TERRENO

Authors: Tordue Simon Targema, Dauda Ishaya Suntai
( 0 downloads)
Abstract

A democracia na Nigéria, sem dúvidas, ganha impulso recentemente. Este desenvolvimento coincide com uma era de maior acesso à informação pelas massas, cortesia da nova mídia e suas inúmeras plataformas e oportunidades de comunicação. Hoje, cada membro do público que está conectado a nova mídia pode não apenas acessar informação, como também criar e compartilhar as mesmas nas várias plataformas de consumo em massa. Democracia, que implica na participação popular no processo de governança, se beneficia imensamente desta tendência. Este estudo explora o papel que a nova mídia desempenha na consolidação da democracia no país, com grande atenção nos canais de comunicação das eleições gerais de 2015, quando a nova mídia defendeu a divulgação de informações sobre as eleições, e as consequências do período eleitoral que preparou o caminho para a administração atual. Ancorado na Teoria da Responsabilidade Social, o estudo questiona até que ponto as novas plataformas de mídia liberalizam o processo de comunicação política no país, além das oportunidades e ameaças que elas abrigam à consolidação democrática. O argumento central da pesquisa é que a nova mídia se apresenta como uma ferramenta útil nas mãos de ativistas e cidadãos interessados em participar do governo e de efetivamente desempenharem o papel de vigilantes, um privilégio que, até agora, estava longe da realidade. Existem, entretanto, vários abusos que, infelizmente, ameaçam desperdiçar as oportunidades da plataforma, tais como prevalência de ódio e discursos perigosos, aumento na intensidade de mentiras, erros, falsidade e propaganda negativa, além do uso de seções de comentários para atacar, intimidar e demonizar os outros debatedores de questões políticas levantadas nas notícias, através de inúmeras plataformas online. Por fim, o artigo recomenda uma ‘cautelosa’ incorporação das novas mídias no processo democrático para abrir caminho a uma maior participação.

Keywords: Nova Mídia; democracia; Nigéria; oportunidades; ameaças
PRÁTICA E DESENVOLVIMENTO DO PEACE JOURNALISM NO NORDESTE DA NIGÉRIA: DISCUSSÃO EM GRUPO COM ALGUNS MEMBROS CORRESPONDENTES DA NTA EM DAMATURU, ESTADO DE YOBE

PRÁTICA E DESENVOLVIMENTO DO PEACE JOURNALISM NO NORDESTE DA NIGÉRIA: DISCUSSÃO EM GRUPO COM ALGUNS MEMBROS CORRESPONDENTES DA NTA EM DAMATURU, ESTADO DE YOBE

Authors: Aondover Eric Msughter
( 0 downloads)
Abstract

O peace journalism é fundamental em qualquer tipo de relatório. Assim, ele facilita os repórteres para divulgar informações que ajudem a informar o desenvolvimento de uma nação. Baseando-se na literatura disponível, o estudo descobriu que a mídia foi culpada por seu papel na exacerbação de diferentes conflitos em países complexos e heterogêneos como a Nigéria. O estudo utiliza a teoria cultural do conflito e da diversidade como sua justificativa teórica com o objetivo de explicar o suposto papel dos jornalistas em uma situação ideal. Do mesmo modo, as Discussões de Grupo Focal (FGD) são aplicadas como uma abordagem metodológica na coleta de dados entre alguns membros selecionados de Damaturu dos correspondentes da NTA, no estado de Yobe. Um número total de 10 jornalistas foram selecionados aleatoriamente em NTA, Damaturu. Eles discutiram a prática e o desenvolvimento do peace journalism no Nordeste da Nigéria. A partir das discussões, o estudo conclui que todas as organizações de mídia devem absorver a maneira apropriada de relatar o jornalismo e o desenvolvimento da paz no país, especialmente no Nordeste da Nigéria, onde os casos de conflitos étnicos, religiosos, políticos e de outros tipos assumiram a liderança

Keywords: Reportagem; Peace Journalism; Desenvolvimento; Conflito e profissionalismo
RESENHA “USA – AFRICA: THE POLICY OF PRESIDENT B. OBAMA ADMINISTRATION. 2009 – 2014”, E “USA – AFRICA: THE POLICY OF PRESIDENT B. OBAMA ADMINISTRATION. 2015 – 2016. CHRONICLE OF EVENTS” DE ANDREY URNOV

RESENHA “USA – AFRICA: THE POLICY OF PRESIDENT B. OBAMA ADMINISTRATION. 2009 – 2014”, E “USA – AFRICA: THE POLICY OF PRESIDENT B. OBAMA ADMINISTRATION. 2015 – 2016. CHRONICLE OF EVENTS” DE ANDREY URNOV

Authors: Vladimir Shubin
( 0 downloads)
Abstract

The 14th International Conference of Africanists that took place last October in Moscow convincingly demonstrated a high level of African Studies in Russia. After all the Institute for African Studies of the Russian Academy of Sciences with over a hundred staff members that hosted the conference is the biggest institution in the world in this field. However, most of the works by these scholars are published in Russian and as a rule are poorly known beyond the borders of their country. This review is an attempt to make readers of the REBREA acquainted with the writings of Dr Andrey Urnov, a prominent Russian diplomat and academic. Dr Urnov, a graduate of the Moscow Institute of International Relations has been doing research of the US policy since his student years. Then, from 1966, as a desk officer, head of section and finally deputy head of the CPSU International Department for almost a quarter of the century he had been responsible for Moscow’s political ties with African countries especially with the liberation movements. Later he was the first Soviet/Russian ambassador to Namibia. For his “excellent contribution to the fight for the liberation of the people of South Africa” he was awarded South African national order “Companions of O.R. Tambo” (silver). After retiring from diplomatic service he joined the Institute for African Studies as Principal Research Fellow.

Keywords: RESENHA “USA – AFRICA

About Europub

EuroPub is a comprehensive, multipurpose database covering scholarly literature, with indexed records from active, authoritative journals, and indexes articles from journals all over the world. The result is an exhaustive database that assists research in every field. Easy access to a vast database at one place, reduces searching and data reviewing time considerably and helps authors in preparing new articles to a great extent. EuroPub aims at increasing the visibility of open access scholarly journals, thereby promoting their increased usage and impact.